Falsas Profecias do mundo Russelita – As Testemunhas de Jeová

Beth Sarim – A Casa dos Príncipes

Artigo do Watchman Expositor – Tradução de Marcelo Hatje (Obrigado Marcelo!).

Em antecipação à breve ressurreição dos profetas bíblicos e patriarcas, Joseph Rutherford, presidente da Torre de Vigia Bíblias e Tratados comissionou a construção de uma casa em San Diego, Califórnia. Esta, deveria ser a casa para Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Davi, Samuel e todos os mencionados em Hebreus capítulo 11. Porém, como a festa bíblica não ocorreu, o vergonhoso incidente Beth-Sarim teve que ser abafado.

Começando em 1920, Rutherford declarou, “Como nós já declaramos anteriormente, o grande ciclo de jubileu começará em 1925. Neste tempo a fase terrestre do reino será reconhecida”. Como seria reconhecida? Que evento introduziria o reino?

Rutherford explicou, “nós podemos esperar confiantemente que 1925 marcará o retorno de Abraão, Isaac, o Jacó e os profetas antigos e fiéis, particularmente os citados pelo apóstolo em Hebreus capítulo onze, sob condições humanas perfeitas ” (Milhões que Agora Vivem Jamais Morrerão [Millions Now Living Will Never Die], pags. 89-90).

Esta era uma profecia excitante. As Testemunhas de Jeová espalhavam a notícia ao redor do mundo da manifestação física destes patriarcas bíblicos. Quando chegou 1925, mas Abraão e os demais não, alguns seguidores de Rutherford abandonaram a seita. Outros ainda continuaram acreditando, e que eles se atrasariam um pouco, mas chegariam, e que a tripulação de hebreus 11 regressaria brevemente. Embora o fato não tivesse acontecido, ainda em 1929 era um assunto de muita excitação.

Por isto, Rutherford, percebendo que o espetáculo de Abraão e companhia finalmente chegava, e etes iriam precisar de um lar, deu instruções para construir uma casa para eles. No seu livro, Salvação, Rutherford menciona esta casa e seu propósito de construção:

“Em San Diego, Califórnia, há um pedaço pequeno de terra no qual, no ano 1929, foi construída uma casa que é chamada e conhecida como Beth Sarim. As palavras hebraicas Beth Sarim significam “Casa dos Príncipes” e o propósito de adquirir esta propriedade e construir a casa era uma prova tangível que haviam pessoas na terra hoje que acreditam plenamente em Deus e Cristo Jesus e no seu reino, e que acreditam que os homens fiéis serão ressuscitados em breve pelo Senhor, e regressarão à terra, e se encarregarão dos negócios visíveis da terra “(pág. 311).

Com a casa agora construída, não havia nada que fazer senão esperar. E eles esperaram, até 1942.

Rutherford escreveu o último livro da sua vida, mencionando novamente Beth-Sarim e Abraão. Ele escreveu, ” esses homens fieis podem ser esperados de volta mais dia menos dia. As Escrituras dão boas razões para acreditar que isto deve acontecer em breve, pouco antes do Armagedom começar”.

“Com a expectativa a casa em San Diego, Califórnia ganhou muita publicidade pela ação maliciosa do inimigo, a qual foi construída, em 1930, e nomeada “Beth-Sarim” significando “Casa dos Príncipes” e é agora guardada a confiança da ocupação por esses príncipes no seu retorno” (O Novo Mundo [The New World], pág. 104).

Note que Rutherford disse que foi “guardada a confiança”. De fato, a ação tem vários pontos muito interessantes. Explica, que “o reino de Deus terá os representantes visíveis na terra, os quais tocarão os negócios das nações sob a supervisão do governante, Cristo invisível, e que os representantes fiéis e os governadores visíveis o mundo serão Davi, Israel, Gideão, Sansão, José, Samuel o profeta e outros homens fieis que foram nomeados com aprovação na Bíblia em Hebreus 11.”

“A condição aqui é que a Torre de Vigia Bíblias e Tratados terá perpetuamente o título de confiança para o uso de qualquer ou todos os homens como representantes do reino de Deus na terra, e tais homens possuirão e usarão as propriedades descritas como eles quiserem para o melhor interesse pelo trabalho no qual eles são comprometidos”.

Porém, havia uma cláusula condicional colocada na ação. Até Davi, Abraão ou outro chegar, ” Joseph F. Rutherford terá o direito e privilégio de residir na dita “casa” até a mesma ser tomada na chegada de Davi ou alguns dos outros homens citados, e esta propriedade é dedicada a Jeová para o uso do Seu reino, e será usada como tal para sempre ” (ação datou de 24 de dezembro de 1929).

A ação que foi assinada por Rutherford tem três artigos: Primeiro, Beth-Sarim foi construído para o propósito expresso de moradia para os patriarcas. Segundo, entretanto, Rutherford poderia morar na casa, ele só poderia fazer assim até alguém de hebreus 11 chegar. Terceiro, Beth-Sarim permaneceria no perpétuo uso de reino de Jeová. Assim, a Sociedaed Torre de Vigia teria certamente esta propriedade sempre.

Talvez não é necessário explicar, mas ninguém de hebreus 11 chegou para ocupar Beth-Sarim. Como resultado, Rutherford passou os últimos anos da vida dele nesta mansão bonita enquanto seus seguidores sofreram em pobreza durante a Grande Depressão dos anos 30.

Mais adiante, alguns anos depois da morte de Rutherford, Beth-Sarim era vendida. Em 1948 esta casa estava vendida, e o ensinando relativo ao “retorno dos antigos” foi quietamente abafado em 1950 (Milhões que Agora Vivem Jamais Morrerão: Um Estudo das Testemunha de Jeová [Millions Now Living Will Never Die: A Study of Jehovah’s Witnesses], Alan Rogerson, p. 48).

Há um epílogo a esta história. Em 1975 a Sociedade Torre de Vigia publicou um livro que mencionou Beth-Sarim. Porém, a informação só contida em suas páginas serve complicar a credibilidade histórica da Sociedade. Desde seu início, era dito que Beth-Sarim tinha sido construída para Abraão e amigos. Este livro parece contar uma história completamente diferente:

“Naquele tempo, uma contribuição direta foi feita com a finalidade de construir uma casa em San Diego para o uso do Irmão Rutherford. Isto não foi construído às custas da Sociedade Torre de Vigia. Relativo a esta propriedade, declarou o livro Salvação (Salvation), de 1939: Em San Diego, Califórnia, há um pedaço pequeno de terra no qual, no ano 1929, foi construída uma casa que é chamada e conhecida como Beth-Sarim” (1975 Anuário das Testemunhas de Jeová, pág. 194).

Há dois problemas com esta declaração do Anuário.

Primeiro, a Sociedade Torre de Vigia disse que foi construída para uso do Irmão Rutherford quando de fato, de acordo com o próprio Rutherford, a casa foi construída para os patriarcas de Hebreus!

Segundo, o escritor das citações do Anuário cita Rutherford falsamente, fazendo com que Rutherford diga o oposto do que ele disse de fato. O autor do Anuário cita o livro Salvação, escrito por Rutherford que menciona Beth-Sarim. Porém, o autor do Anuário só conta parte da história. Mais acima neste artigo, a citação completa do livro Salvação foi exposta. Comparando as duas citações, vemos que claramente a Sociedade mentiu.

Embora Rutherford reivindicasse ter sabedoria profética, ele fez muitas falsas profecias. Um destas profecias concerniu a predição de 1925, relativa ao retorno de Abraão e outro patriarcas bíblicos. O encobrimento destes problemas embaraçosos do passado na época atual tem dado trabalho a Sociedade Torre de Vigia, pois são falsas profecias, mas a fim de abafar os fatos, a “organização” mente novamente. Talvez pior de tudo, é o fato que fazendo assim, a Sociedade está mentindo agora aos próprios seguidores.

Fonte: Vigia da Torre

Anúncios
Esta publicação foi escrita por Gregório Júnior e publicada em março 27, 2010 às 3:28 am. Está arquivada em Uncategorized. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: