E quando Deus desiste?

https://i2.wp.com/2.bp.blogspot.com/_Z69VCgebXRQ/Sp6ZB6Yir-I/AAAAAAAABD4/Tv-xxZvNCjg/s400/126371.jpg
Imagem

Então Josué disse ao povo: Não podereis servir ao SENHOR, porquanto é Deus santo, é Deus zeloso, que não perdoará a vossa transgressão nem os vossos pecados.

Não estou enganado. É isto mesmo que estou perguntando: E quando Deus desiste? Quando ele abre mão do homem que resiste dia após dia sua voz, seu convite, seu Espírito?

Não estou falando de esquecimento, pois não há possibilidades de Deus esquecer-se de nós (Isaías 49:15), mas falo de partir para outra! Absurdo? De maneira alguma! Vemos nas escrituras inúmeros casos de Deus desistindo de alertar o povo e partindo para o julgamento, aplicando aos homens as sanções devidas ao seu erro.

Foi assim com o primeiro homem, que depois de alertá-lo das consequências de sua possível desobediência, não poupou tempo em aplicar-lhe a condenação pelo seu ato; Mais tarde Caim, sendo admoestado pelo próprio Deus sobre o tipo de sacrifício que oferecera em detrimento do oferecido pelo seu irmão Abel, ao agir no ápice de sua natureza corrompida, foi condenado a ser peregrino pela terra; Os contemporâneos do patriarca Noé, tiveram cento e vinte anos para arrependerem-se de suas trangressões, porém não acreditando no que era alertado através do homem que contruia a Arca, sofreram as consequencias de seus atos. Após isto a terra passou a desobedecer ao Senhor no tocante de expandir a raça humana pelos horizontes, no que Deus confundiu a Língua de todos a ponto de terem que dividirem-se em grupos e assim cada qual seguir sua semelhança linguistica (Ler Genesis Capítulo 1 ao Capítulo 11).

Temos muitos casos ainda na Bíblia como é o caso dos filhos de Israel que foram escravos no Egito, peregrinaram quarenta anos no deserto, sofreram julgamentos internos por desobediência e rebeldia direta à autoridade de Deus (Números 26:10 Deuteronômio 11:6); temos o exemplo frustrante da escolha do Rei de Israel, segundo a vontade do povo, semelhante as demais nações, onde Deus permitiu, porém antes advertiu o que aconteceria com o advento de uma Monarquia em lugar da Teocracia, porém o povo assim o quis, e Deus abriu mão deixando o homem seguir seu caminho e assim este passou a provar sua própria consequência (1 Samuel 8:6 1 Samuel 8:22 1 Samuel 15:35).

Deus desiste daqueles que não abraçam o compromisso da sua Palavra. Todo o plano do Eu Sou para o homem era para que este fosse Seu representante neste mundo, porém que tipo de representante somos, se não obedecemos as palavras daquele que nos comissionou para esta obra? As promessas de Eterno estão condicionadas à Sua vontade, e a vontade de dEle é constituir um povo santo, zeloso de boas obras, e que amam o seu Senhor acima de tudo (Tito 2:14 Mateus 22:35~36). Deus não se esquece de você, mas Ele desiste de investir em ramos secos e infrutíferos; Ele arranca todo ramo natural e enxerta os galhos do zambujeiro para que estes produzam e temam por considerarem a severidade Divina em não poupar os Naturais (João 15, Romanos 11:17~24).

Anúncios
Esta publicação foi escrita por Gregório Júnior e publicada em fevereiro 10, 2010 às 4:26 pm. Está arquivada em Devocional. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: